LIVRARIA VIRTUAL

Polêmicas

Polêmicas

Pe. Leonel Franca S. J.| Educação | 2ª Edição | 440 págs. | Editora: Classic Books | 23 x 16cm | Brochura | Brasil
A questão do ensino religioso é uma questão vital para o nosso futuro. Em nenhum outro ponto coincidem tanto as reivindicações católicas com os interesses da pátria como na reforma da nossa pedagogia oficial. É tão íntimo, tão profundo, tão necessário o nexo entre a orientação da escola e a formação do caráter nacional que não é exagero afirmar-se que os destinos de um povo se jogam nos seus estabelecimentos de educação.
       Ora, foi precisamente no domínio pedagógico que os constituintes de 1891 cometeram talvez o erro mais funesto ao Brasil. O laicismo escolar, tal como entendeu, em quase todo o país, a jurisprudência republicana, mutilou vitalmente a educação popular e tornou a nossa escola, de todo em todo, inepta ao desempenho de suas mais nobres e elevadas funções. Educação moral dos indivíduos, formação social dos cidadãos, respeito à liberdade espiritual das famílias religiosas, tudo foi sacrificado aos preconceitos de uma ideologia "inconsistente. Urgia rever esta legislação inconsiderada para sanar-lhe radicalmente todos os vícios de origem.
 

 

De R$ 90,00
Por R$ 54,00
iCOMPRAR e PERGUNTE SOBRE ESTE LIVRO
Compartilhe:

AVALIAÇÕES DE CLIENTES SOBRE O LIVRO Polêmicas

eAVALIE ESTE LIVRO

Biografia do(a) autor(a) Pe. Leonel Franca S. J.:

Leonel Edgard da Silveira Franca (São Gabriel, 6 de janeiro de 1893 — Rio de Janeiro, 3 de setembro de 1948) foi um sacerdote católico e professor brasileiro.
 
Entrou para a Companhia de Jesus em 1908, ordenando-se sacerdote em 1923. Foi então para Roma, onde doutorou-se em teologia e filosofia na Universidade Gregoriana.
 
De volta ao Brasil, foi professor do Colégio Santo Inácio (Rio de Janeiro). Lecionou história da filosofia, psicologia experimental e química no Colégio Anchieta, em Nova Friburgo.
 
Foi membro do Conselho Nacional de Educação em 1931 e vice-reitor do Colégio Santo Inácio (Rio de Janeiro). Teve papel destacado na fundação da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e foi, também, seu primeiro reitor.
 
Em 1947 recebeu o Prêmio Machado de Assis.
 
Além de sua sólida formação intelectual, filosófica e teológica, ganhou fama pelas refutações a pastores e líderes protestantes brasileiros, bem como pelas polêmicas mantidas com estes, tendo escrito diversos livros para explicar e fundamentar suas posições, tais como "A Igreja, a Reforma e a Civilização", "Catolicismo e Protestantismo" e "O Protestantismo no Brasil", os quais podem ser encontrados em sebos e livrarias especializadas.
 
Sempre acometido de saúde frágil, morre em 03 de setembro de 1948, deixando bibliografia de forte conotação apologética católica e diversos artigos em jornais da época.
 
Há uma rua com o seu nome em Campinas
 
 
 
Obras
 
Noções de História da Filosofia (1918)
Apontamentos de Química Geral (1919)
A Igreja, a Reforma e a Civilização (1922)
A Psicologia da Fé (1934)
O Protestantismo no Brasil (1938)
A Crise do Mundo Moderno (1941) 
Pensamentos Espirituais (1949)
O Método Pedagógico dos Jesuítas (1952)
Liberdade e Determinismo (1954)
A Formação da Personalidade (1954)
O Problema de Deus
Relações entre a Igreja e o Estado 
Catolicismo e Protestantismo

 



Veja mais livros deste(a) autor(a).

Informe a sua dúvida sobre o livro Polêmicas:




Para fechar esta janela, clique no botão Fechar ou tecle a tecla ESC.

Facebook Nebli Livraria