LIVRARIA VIRTUAL

A Igreja, A Reforma e a Civilização - (Edição Fac-símile)

A Igreja, A Reforma e a Civilização - (Edição Fac-símile)

Pe. Leonel Franca S. J.| História | 1ª Edição | 556 págs. | Editora: Classic Books | 23 x 16cm | Brochura | Brasil

Grande é a responsabilidade de quem escreve. Agir ideias é mais grave do que mobilizar exércitos. O soldado poderá semear os horrores da força bruta desencadeada e infrene; ma emfim o braço cansa e a espada torna a cinta ou a enferruja e consome o tempo. A ideia, uma vez desembainhada é a arma sempre ativa, que não volta ao estojo nem se embota com os anos. A lamina do guerreiro só alcança os corpos, pode mutilá-los, pode trucidá-los, mas não há poder de braço humano que dobre as almas. Pela matéria não se vence o espírito. A ideia do escritor é mais penetrante, mais poderosa, mais eficazmente conquistadora. Vai direito à cidadela da inteligencia. Se a encontra desapercebida (e quantas inteligências desaparelhadas para as lutas do pensamento!) toma-a de assalto, instala-se no seu trono dai dirige e governa, a seu arbítrio , toda a atividade humana.

De R$ 92,90
Por R$ 55,74
iCOMPRAR e PERGUNTE SOBRE ESTE LIVRO
Compartilhe:

AVALIAÇÕES DE CLIENTES SOBRE O LIVRO A Igreja, A Reforma e a Civilização - (Edição Fac-símile)

eAVALIE ESTE LIVRO

Biografia do(a) autor(a) Pe. Leonel Franca S. J.:

Leonel Edgard da Silveira Franca (São Gabriel, 6 de janeiro de 1893 — Rio de Janeiro, 3 de setembro de 1948) foi um sacerdote católico e professor brasileiro.
 
Entrou para a Companhia de Jesus em 1908, ordenando-se sacerdote em 1923. Foi então para Roma, onde doutorou-se em teologia e filosofia na Universidade Gregoriana.
 
De volta ao Brasil, foi professor do Colégio Santo Inácio (Rio de Janeiro). Lecionou história da filosofia, psicologia experimental e química no Colégio Anchieta, em Nova Friburgo.
 
Foi membro do Conselho Nacional de Educação em 1931 e vice-reitor do Colégio Santo Inácio (Rio de Janeiro). Teve papel destacado na fundação da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e foi, também, seu primeiro reitor.
 
Em 1947 recebeu o Prêmio Machado de Assis.
 
Além de sua sólida formação intelectual, filosófica e teológica, ganhou fama pelas refutações a pastores e líderes protestantes brasileiros, bem como pelas polêmicas mantidas com estes, tendo escrito diversos livros para explicar e fundamentar suas posições, tais como "A Igreja, a Reforma e a Civilização", "Catolicismo e Protestantismo" e "O Protestantismo no Brasil", os quais podem ser encontrados em sebos e livrarias especializadas.
 
Sempre acometido de saúde frágil, morre em 03 de setembro de 1948, deixando bibliografia de forte conotação apologética católica e diversos artigos em jornais da época.
 
Há uma rua com o seu nome em Campinas
 
 
 
Obras
 
Noções de História da Filosofia (1918)
Apontamentos de Química Geral (1919)
A Igreja, a Reforma e a Civilização (1922)
A Psicologia da Fé (1934)
O Protestantismo no Brasil (1938)
A Crise do Mundo Moderno (1941) 
Pensamentos Espirituais (1949)
O Método Pedagógico dos Jesuítas (1952)
Liberdade e Determinismo (1954)
A Formação da Personalidade (1954)
O Problema de Deus
Relações entre a Igreja e o Estado 
Catolicismo e Protestantismo

 



Veja mais livros deste(a) autor(a).

Informe a sua dúvida sobre o livro A Igreja, A Reforma e a Civilização - (Edição Fac-símile):




Para fechar esta janela, clique no botão Fechar ou tecle a tecla ESC.

Facebook Nebli Livraria